Há 6 anos


A saudade é muita coisa
Às vezes mansa e delicada
Outras vezes faz da lágrima enxurrada

E quando você se foi
Aqui ficou um grande vazio
E o que o coração mais sentia era frio

Tantas vezes sem rumo
A rotina intensa e pesada
No desespero e na angústia a gente ficava

Ainda é um pouco assim
O choro pode não ter motivo
Ou ser a ausência do colo que preciso

Ah José, obrigada!
Por nos ensinar a linguagem
De seguir os dias com fé e coragem


6 comentários:

✿ chica disse...

Homenagem linda em forma de saudosa poesia! bjs, chica

Os olhares da Gracinha! disse...

Perdi minha mãe em 2014 e meu pai em 2016!
Entendo essa saudade!!! Bj

Pedro Coimbra disse...

Ficam sempre as doces memórias.
Bfds

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela poesia...Espectacular....
Cumprimentos

Bia Hain disse...

É um poema lindo, para colocar em palavra uma saudade do que foi bom e lhe fez bem... percebe-se pela menina bacana que você é a boa influência que teve no tempo de convivência. Abraços!

Os olhares da Gracinha! disse...

Veja se gosta:
https://mgpl1957.blogspot.pt/2017/03/poema-na-velhice.html
bj e espero que tudo esteja bem!!!

<< >>