Whatsapp e relacionamentos

Só eu que acho que os relacionamentos mudaram após a chegada do aplicativo Whatsapp?

Mesmo que você não use talvez já tenha escutado falar nos problemas que a utilização desse aplicativo causaram nos relacionamentos (amizade. namoro. casamento. pegação).

O amigo visualizou e não respondeu.

O amigo saiu do grupo e deixou o administrador triste.

Uma mensagem da ex no celular do namorado.

Vídeos e imagens pornográficas no celular do namorado.

Visualizou a mensagem no grupo e não respondeu.

...

Ah. Mais uma coisa. Muito importante também. 

Quando começar a namorar entrem num acordo se os dois gostam de enviar e receber mensagens em texto e áudio. Isso pode causar sérias discussões quando, por exemplo, uma das partes não ter tempo para ficar digitando mensagens e por isso prefere gravar e, a outra parte, não gosta de escutar áudios.


6 comentários:

✿ chica disse...

rssss...Deve mesmo estar tudo explicadinho,rs
Na minha fase, não tenho problemas, a não ser troca de grupos, comentários que deviam ir para um, acabam noutro,rs...bjs, chica

Olhar de Anjo disse...

A tecnologia ajuda bastante, mas tudo tem seus prós de contras.
Uma boa conversa pra deixar tudo claro rsrs

Ana Paula disse...

Penso que esta é uma questão de grande tamanho num relacionamento nesses tempos virtuais. Há de se conversar logo de início sobre como você usa, os amigos que tem ali para que isso no acarrete dificuldades futuras. Mas mesmo assim...
Beijo!

✿ chica disse...

Ana Virgínia, acabei de receber e ler o livro!ADOREI! Obrigadão! Coloquei um agradecimento aqui!

http://lugarescoloridos.blogspot.com.br/2016/03/uma-carta-carinho-e-livro.html

bjs, chica

Bella disse...

Se a pessoa nao souber dosar, tudo, absolutamente TUDO pode ser danoso ao relacionamento, entao, que as pessoas tenham sabedoria para lidar com essas modernidades com responsabilidade e honra, porque so assim para sobreviver as tentacoes do inimigo. Gostei muito desse seu post! Beijo

Juliara Rodrigues disse...

Deveria fazer um post maior relacionado a esse assunto, adoraria ler Ana.

<< >>