Para quem ama fotografia.



Para quem ama a fotografia, não existe momento mais sublime que o clique da máquina fotográfica. Aquele som avisa que uma imagem foi fixada. Uma imagem para a eternidade.

Para quem fotografa, é-se ladrão por natureza. Mas não se roubam almas como os índios diziam. Rouba-se o mundo, o ser humano, as paisagens, os objetos de outros.

Para quem como eu, ama a fotografia, expomos as vidas alheias e algumas vezes a nossa. Mostramos a morte e o nascimento, guardamos o ciclo da vida em papéis.

Numa fracção de segundo congelamos sorrisos e amores, registam-se lágrimas e tristezas. O primeiro choro de um bebe ou o rosto de um velho marcado pelo tempo.

Nas fotografias a preto e branco guarda-se sentimentos, a força do momento. A cores o expectador perde-se na perfusão das tonalidades. Damos luz e cores únicas, impossíveis de se repetirem ou reproduzirem.

O nosso olhar, distancia-se do olhar comum. A realidade nunca nos é vulgar, existe sempre um enquadramento e uma perspectiva diferente. Jogamos com a luz e a sombra para compor e intensificar os acontecimentos. Oferecemos a nossa visão sobre a realidade.

Mostramos grandezas e profundidades com os planos escolhidos. Demoramos horas a preparar uma fotografia ou esperamos uma eternidade para capturar o momento certo. Outras vezes uma fotografia é um golpe de sorte. Só há tempo de deitar a mão à máquina e disparar.

Há quem diga que matamos através da câmara, uma morte simbólica, um desejo egoísta de guardar o momento. É um erro. Não matamos, celebramos o momento. Guardarmos algo que nos marca profundamente. A fotografia permite partilhar esse instante com o mundo, expondo a sua realidade.

As fotografias são visões, memorias parar a posteridade. Oferecemos recordações permanentes de instantes passados.

Deixamos as almas em paz mas roubamos os momentos.

8 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e verdadeiro texto!Eu adoro,mesmo nada sabendo dessa arte! beijos,chica

Regiane Barbosa disse...

Nossa que lindo!
Eu também fotografia, porém estou aprendendo ainda...ainda não tenho criatividade srs'

Beijinhos http://penteadeiracorderosa.blogspot.com.br/2013/10/carimbos-konad-m59-e-m56.html

Pattr!cia disse...

Ai que lindo!!!
Eu amo fotografia, fotografar...
Bêjo

Cristiano disse...

Ta ai um habito que eu não tenho... fotografar... :)

Algodão Tão Doce disse...


Olá amiga, passei por aqui para agradecer sua doce presença no meu cantinho.
Obrigada
Beijos Marie.

Thaís disse...

Que texto lindo!!!
Acabei de comprar uma máquina semi e estou "in love" por ela!
beijoss

Vanessa Vieira disse...

Olá. Adorei o texto. Bem original e além de tudo um toque na alma de quem escreve com luz. Não sou fotógrafa profissional, mas vivo dando os meus cliques. teu texto me encantou muito!

Parabéns!!!

Vou aproveitar para sentar-me aqui. Para acompanhar teu blogue. Um abraço!

Jussara Neves Rezende disse...

A fotografia é a celebração do momento.... verdade! Deve ser por isso que nos atrai tanto, por fixar o que vamos perdendo a cada instante.
Bela reflexão! Ótima semana pra vc!
;)

<< >>