Retratos da vida do interior


Tem uma coisa que me fascina: a vida interiorana.
Gosto da calmaria, de ouvir o cantar dos pássaros, de perceber a beleza da natureza...



Meu pai era do interior, nasceu na roça, cresceu e trabalhou em uma fazenda cuidando dos gados, plantando, colhendo, vendo a vida acontecer calmamente.



Talvez esse meu desejo e admiração por esse modo de vida seja uma tentativa de amenizar a saudade que é grande dentro do meu coração. 














Retratos tirados na Serra do Funil, Rio Preto-MG.

E você, também admira a vida no interior?

Bjos


22 comentários:

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Seu post me lembrou uma música de Victor e Leo que amo... Vida Boa!
Adorei...

"Moro num lugar
Numa casinha inocente do sertão
De fogo baixo aceso no fogão, fogão à lenha ai ai

Tenho tudo aqui
Umas vaquinha leiteira, um burro bão
Uma baixada ribeira, um violão e umas galinha ai ai

Tenho no quintal uns pé de fruta e de flor
E no meu peito por amor, plantei alguém(plantei
Alguém)

Refrão
Que vida boa ô ô ô
Que vida boa
Sapo caiu na lagoa, sou eu no caminho do meu sertão"


Bjs, boas energias, bons pensamentos e linda quarta-feira!
CamomilaRosa

Lorena Viana, disse...

Ana querida, sou do interior do Ceará, nasci e me criei em meio a animais, a plantações, fazendo colheitas e desde cedo nasci com olhares para o simples. Sempre aprendemos a dar valor ao necessário! Jamais fui mimada e aprendi que muito melhor do que TER é SER. Hoje sou resultado dessa vida interiorana.
Tem coisa mais gostosa do que acordar com o canto dos pássaros, de ver animais logo cedo, de sentir todo momento a calmaria da natureza... acredito que isso é primordial!

Beijo grande!
Um lindo e iluminado dia...
Lorena Viana

lena disse...

Olá Ana.
Eu vivo na cidade e não muito longe da praia, mas conheço bem o interior e a vida de la. Tenho uma casa de família no campo e gosto de passar la uns dias para descansar e estar no meio da natureza.
Beijinhos grandes.

Tina Bau Couto disse...

Adoro, como tb gosto de um movimentozinho, shoppings e agito da grande cidade.
Mas tenho certeza, que vida de interior, valores, costumes, cheiro, gosto, dias, noites, aprendizados são simples, únicos e incomparáveis :)

Dani ♡ disse...

Admiro muito, vivo e respiro essas imagens, aqui no meu interior..
aqui as carroças passeiam sob as ruas, cavalos galopando no centro.
Não é atoa que meus filhos são fanáticos por bichos, estamos pensando criar uns animais, tipos galinhas, carneiros, porco da índia e por ai vai..heheh

beijos!!!

✿ chica disse...

Admiro, acho lindo e tuas fotos perfeitas! beijos,chica

Lia Gloria disse...

Ana, eu também aprecio demais a vida simples, de interior. sinto muita falta disso. sem barulho de carros, sem interferências do mundo moderno. e se não tiver televisão então! aí é o paraíso rsrs

Menina. eu estava meio que vendo a vida passar. e de repente,quando me dispus a te ajudar com o fotos de quinta, a vida deu um nó. como ficou? ou não ficou? rs

bjs

Ana Paula disse...

O ritmo do campo, o passar dos segundos é outro. Mas... sou muito urbana!
Ah! Recebi o livro e adoramos!
Beijo

Adriana Balreira disse...

Ana,
Acho que não conseguiria morar na roça. Nasci e vivi na cidade. E ninguém da familia é do interior. Nunca nem férias eu passei em cidade pequena. Gosto mesmo de cidades. E ainda mais, moro numa das ruas mais movimentadas de Fortaleza. No bairro mega ultra populoso, perto de shoppings, bares e restaurantes. Imagina morar em um local calmo sem barulhos?
Ia enlouquecer com o silêncio! kkkkkk
Beijos
adriana

Filha do Rei disse...

Oii!! Amo a vida do interior. Moro numa cidade de 19 mil hab q amo e não penso sair :) e sou professora numa escola rural que também amo :)
Então, sei bem as delícias que é viver no interior.
Ótima postagem.Bjs

B. V. disse...

Que lindos pintos, da vontade de pegar heheh
beijo

Mari Sabel disse...

Isso é mesmo uma delícia, ainda mais pq fui criada em fazenda dos avós. época boa aquela!

começou hoje um novo sorteio, dessa vez com make ups, vem participar vc tbm! ;)
bjkas

Liliane Palmeira disse...

Tem sorteio rolando lá no blog, passa lá!!!
bjão

Nai disse...

Eu preciso de momentos assim pra me desligar do mundo e recarregar as baterias, mais confesso que não aguentaria por muito tempo pois minha natureza é pilhada!
Beijinhos
Nai Melo

Carolina Lima disse...

Ana,
eu sou apaixonada na vida interiorana. Tenho muitos parentes que levam essa vida e vira e mexe acaba passando uns dias nessa calmaria.
Adoro demais.
Suas fotos retrataram bem tudo isso!

Beijinhos :**
Carol
Sorteio de uma camiseta

Carol Neves disse...

Eu adoro! Queria muito ter um sítio, gosto da calmaria...

Beijos
Carol
www.carolinerneves.com

Meire disse...

Oi Ana Virgínia,

suas fotos estão excelentes, e me deu uma vontade de ver de perto essas coisas boas da vida. Eu estou morando atualmente no meu sítio, não tenho galinhas por causa dos 6 cachorros mas adoro ouvir o canto dos pássaros, ver araras, tucanos e gaviões voando no céu. Quem tem o privilégio de morar num lugar assim com certeza leva uma vida mais feliz.

Bejim.

Michelle Carvalho disse...

É muito gostoso essa calmaria!Delícia!
Beijos

Carol disse...

Que fotos lindas, cheias de vida e simplicidade!!
Moro no interior e amo essa vidinha tranquila, se estiver na roça então...fechou!!
Obrigada pela visita!
Beijo!!

FabiolaTeles disse...

Que legal!!!
Fabiola.
http://blogencontrandoideias.blogspot.com.br/

mfc disse...

Sempre que posso é para onde me refugio!
É no interior que me sinto bem e encontro o meu descanso e a beleza do que é simples!

Beijinhos,

Andrea Guim disse...

Amo muito tudo isso (menos as galinhas) porque até minha adolescência, passava os fim de semana na fazenda da família (e era sempre atacada por uma galinha brava!!) Sinto muitas saudades da roça...
Beijins,
Andea

<< >>