Modéstia


Disseram para a moça: 
" - Você é muito especial, sabia?" 
Humildemente ela respondeu: 
"Sim."

{AnaVi}

Caminhada pela paz.

Vivemos em uma sociedade marcada pela violência.
Jovens são assassinados por outros jovens.

Podemos pensar que o comum é ver jovens enterrando seus pais, como a própria lógica da vida sugere.
Mas hoje vemos o contrário. Pais enterram seus filhos que são vitimados pela violência que nos aflige.

Neste último sábado, dia 23, participei de uma passeata pela paz na comunidade onde moro. O evento foi organizado pela igreja católica que durante essa quaresma desse ano aborda o tema "Fraternidade e Juventude". 

Para essa passeata foram convidadas outras instituições religiosas e organizações de nossa região. 

O que motivou nossa passeata?

O grito, o choro, as lágrimas dos pais, familiares e amigos viram pessoas que amavam partir por causa da violência e das drogas.





A igreja sempre escolhe temas considerados de "risco" para que os fiéis possam refletir durante o período da quaresma. 

Só por curiosidade, veja outros temas abordados nos últimos anos:

2003 - A fraternidade e as pessoas idosas.
2007 - A fraternidade e Amazônia.
2012 - Fraternidade e saúde pública.


Seguimos implorando pela paz!

Abraços.

2 anos.

2 anos sem José...
A gente aprende muita coisa... lembrar, chorar, fortalecer o coração...


Desafio fotográfico Flinpo - Letra I


O Flinpo é um espaço que pretende reunir fotógrafos amadores e profissionais falantes da língua portuguesa de todo o mundo, não impedindo, no entanto, a participação de qualquer nacionalidade, desde que se sinta bem com o português, língua oficial do Flinpo.

Aqui está minha primeira participação.
Uma foto que represente um objeto ou alguma coisa que comece com a letra I (em português)

Igreja


Essa é a Igreja de São José. 
Localizada na cidade São José da Três Ilhas-MG



Abraço.
Ana Virgínia

Lembrança


Dede o dia em que partiu, nenhum dia deixei de lembrar-me de ti, José.
{AnaVi}

Fotos de Quinta - Fevereiro

Olá....

Essa é minha participação no projeto Fotos de Quinta no mês de Fevereiro.

O tema desse mês é Amarelo.

Se quiser participar, dê uma passadinha lá.




Bjos.


Desenho nas nuvens

Uma das coisas que gosto de fazer é isso...
Deitar no chão e ficar olhando para as nuvens.

Nesses olhares, vi no céu uma imagem parecida com o Lilo... meu pequeno poddle.




E vocês, também gostam de procurar desenhos nas nuvens?

Bjo.


Conforto



Disseram à criança que você partiu e virou estrela.
A partir deste dia as noites estreladas são as mais confortantes.

{AnaVi}

Não preciso de Cadiveu

O título deste post se refere a uma resposta das portadoras de cabelos lindos afros, crespos e cacheados à uma infeliz campanha publicitária da marca de produtos de beleza para cabelos Cadiveu.

A propaganda dessa marca consistiu em colocar perucas do estilo black power, juntamente com uma placa escrita "Eu preciso de cadiveu".




Foi instantânea a resposta daqueles que se sentiram ofendidos. Nas redes sociais surgiram críticas à essa campanha, que foi classificada como preconceituosa e racista. Essas críticas levaram a fundadora da empresa, Cláudia Alcântara, a postar uma infeliz mensagem de esclarecimento.


"Quero dizer a vocês que essa brincadeira que nós fazemos é tão divertida e contagiante, que é sucesso no mundo inteiro, em todos os eventos", postou a empresária. "Essa 'peruca' é falsa, feita de plástico e não lembra um cabelo humano nem a quilômetros de distância", acrescentou.

Diante da repercussão negativa, poucas horas depois, a fundadora da marca publicou um pedido de desculpas. "Pessoal, respeito a opinião de todos! E peço desculpas do fundo do meu coração se ofendi alguém. Essa não foi a minha intenção. Nós simplesmente (por um erro de falta de análises) não ligamos essa brincadeira a uma atitude preconceituosa. Sinto muito por isso e segue meu pedido de desculpas", escreveu Claudia, que publicou junto com a mensagem uma imagem com a mensagem "Amamos Black Power".

O que dizer?
Como uma afrodescendente de cabelos crespos, demonstro aqui neste meu espaço, minha indignação ao ver propagandas como essa. 
Ainda que muitos digam que não tem nada a ver com preconceito, eu considero como sendo.
A sociedade, a mídia, ditam uma "falsa beleza", um ideal a ser seguido e nós, mulheres, (também os homens),  somos sufocadas, massacradas, tentando ser uma coisa que não é de nossa natureza.

Dizem que bonito é o cabelo liso, com chapinha, piastra e tantas outras coisas.( Não tenho nada contra e respeito as mulheres que querem seguir esse padrão de beleza.) Daí as mulheres de cabelos crespos se vêem em salões de beleza utilizando de todas as formas e fórmulas para alisarem o cabelo. Acreditam que somente isso é bonito, somente isso é belo. 

Que pena!

Esquecem de sua beleza natural, que seus crespos são falam sobre suas raízes. Neles está contida sua história. 

Sou tataraneta de homens e mulheres que foram trazidos de regiões africanas para serem escravizados neste Brasil. E isso tem muito significado pra mim.

Saber de sua história, de sua origem, do sofrimento que os seus passaram (e continuam passando)... Precisamos de pensar em tudo isso para nossa presença na sociedade. Já disseram tantas coisa horríveis sobre nossa cor, nosso cabelo, nossos traços...

Já fui uma dessas que quis ter cabelos lisos... Mas chega uma época que começamos a perceber quem tá mandando na mente de quem.

Sou vaidosa com meus cachos. Frequento o Beleza Natural, que muito ajuda essas mulheres a valorizar a beleza da mulher que existe em cada uma de nós.

Quem quiser ler mais sobre este tema, sugiro um belo texto. Clique aqui.

Foi um pouco desabafante esse post né? Necessário fazer isso de vez em quando.

Com esse post, também participo da campanha #naoprecisodecadiveu



Abraço pra vocês!




Pai


Imitar-te é consequência de nossa convivência.
Exemplo de humildade e dignidade. Coisas que não são só aparências.

{AnaVi}


<< >>